A Federação Moçambicana das Associações dos Transportadores Rodoviários (FEMATRO) propõe o reajuste das tarifas de transporte, para garantir a sustentabilidade financeira dos operadores.

O apelo foi feito nesta quarta-feira na cerimónia de entrega de 38 autocarros para área do grande Maputo dirigida pelo Ministro dos transportes e Comunicações, Carlos Mesquita.

Apesar do incremento de transporte nos últimos tempos na zona do grande Maputo a capacidade de resposta está ainda a quem desejar. A título de exemplo depois da entrega de 52 autocarros em Dezembro de 2017 esperava-se o aumento da capacidade de transporte público em 1500 mil passageiros por dia, mas tal não sucede.

Aliás, neste processo, previa-se também o reajuste das tarifas de transporte de modo a garantir a sustentabilidade financeira dos operadores.

O Governo, por sua vez, prometeu continuar a trabalhar em busca de soluções para a problemática do transporte público urbano de passageiros para permitir uma maior mobilidade de pessoas e bens.

A entrega dos 38 autocarros surge no âmbito do processo de aquisição de 380 autocarros tendo sido disponibilizados, até a data, um total de 110 unidades.

O País