O Sector das pescas apreendeu cerca de 400 kg de camarão processado ilegalmente preste a ser levado a Maputo. A apreensão foi feita na madrugada da última sexta-feira na vila sede do distrito de Chinde.

O produto estava na posse de uma cidadã moçambicana, cuja identidade não foi possível apurar, e que neste momento está a contas com a polícia naquela região da do centro do país.

Neste momento o país está em período de veda facto que agrava a infracção cometida por pescadores e a proprietária do camarão.

A seguir será feita a colheita de amostras para análise laboratorial por forma a aferir a qualidade sanitária do produto e só ai será feita a doação a instituições de caridade.

O camarão está avaliado em perto de 200 mil meticais.

O País

COMENTE PELO FACEBOOK