Início Destaque Mulher é condenada por não impedir que namorado matasse o seu filho

Mulher é condenada por não impedir que namorado matasse o seu filho

O tribunal de Tonypandy, no sul do País de Gales, condenou uma mulher a 20 meses de prisão por esta não ter conseguido impedir que o filho fosse morto à pancada pelo namorado.

Como descreve o The Guardian, o namorado da mulher espancou o enteado com uma cadeira de jardim, causando-lhe múltiplas fracturas no crânio e nas costelas. As investigações concluíram também que o jovem, de 17 anos, tinha sido forçado a inalar cocaína e fumo de canábis.

Sean Buckley, o autor do ato atroz, foi condenado a prisão perpétua. Chloe, de 25 anos, foi condenada a 20 meses atrás das grades. No tribunal, a juiz disse à mulher “que o seu dever era proteger o filho e que tinha falhado em fazê-lo”.

Tu eras a pessoa mais próxima do teu filho, mas ficaste parada sem fazer nada até ser demasiado tarde. Foi na própria casa que Finley [o filho] morreu, no local onde devia estar mais seguro. Ainda recusas admitir a gravidade do que Buckley fez ao teu filho, falhaste em compreender a importância de procurar ajuda médica para ti e para o teu filho. Não tens sido uma mãe à altura, tu és perigosa”, acrescentou ainda a juiz Frances Patterson em tribunal.

Notícias ao Minuto

Artigo anteriorMaputo: Jovens assassinam cidadão com garrafa partida
Próximo artigoManica: Cidadão de nacionalidade bengali detido por tentativa de rapto de albino