O Distrito de Mocuba, província da Zambézia, contará nos próximos 15 meses com um centro de negócios da Agência de Desenvolvimento do Vale do Zambeze, cujo lançamento da primeira pedra de construção da infra-estrutura foi testemunhado pelo Ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia.

Para a execução da infra-estrutura, foram investidos cerca de 76 milhões de meticais, e a sua entrega está prevista para Outubro de 2015.

Segundo escreve o jornal Noticias, trata-se de um edifício de raiz e nele funcionarão as instalações das Zonas de Desenvolvimento Acelerado (GAZEDA) e da Agência do Zambeze, estando virado para o apoio aos investidores.

 “É lá onde o investidor será recebido e encaminhado. Teremos também dentro do Centro de negócios outros serviços públicos, tais como do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), Notariado, Alfândegas e todos aqueles que lidam com o processo de investimento”, referiu o director-geral do GAZEDA, Danilo Nalá.

Para além do lançamento da primeira pedra de construção do edifício, Aiuba Cuereneia visitou a Zona Franca Industrial (ZFI) de Mocuba, para avaliar a quantas andam as actividades e igualmente para verificar o estágio de desenvolvimento daquele projecto.

Explicando, Danilo Nalá disse haver possibilidade de se reabilitar o projecto da ZFI de modo a reabrir os armazéns industriais, para servirem de centros de agro-processamento de todo o vale do Zambeze. Enfatizou que o valor do investimento previsto para a sua execução é “difícil estimar, porque ainda não sabemos qual é a dimensão e o tipo de cada uma das fábricas que ali estarão instaladas”.

Mas em termos de estimativa, o director entende que poderão ser gastos cerca de 15 milhões de dólares norte-americanos, e este valor será usado para a reabilitação das instalações apenas, sem incluir o mobiliário para equipar a infra-estrutura.

“Mas temos uma ideia daquilo que poderá ser necessário para fazer uma reabilitação das instalações, mas sem incluir os equipamentos; o investimento ronda os 15 milhões de dólares norte-americanos”, disse.