Uma pessoa morreu em consequência do desabamento de um celeiro, na localidade de Grudja, devido às chuvas, as quais destruíram igualmente 724 hectares de milho, 777 hectares de arroz e 27 hectares de batata-doce, nos últimos 15 dias, no distrito de Búzi, na província de Sofala.

Segundo o administrador daquele distrito, Tomé José, nas regiões de Chicumbua e Move, na vila sede, Inharongue, Mada, Matire, Patarucue, Cherimónio, Bunha e Fumo, na localidade de Inharongue, Guara-Guara, Chindo e Manheche, na localidade de Guara Guara, Macua, Bawa, Inhamita e Munamicua, na localidade de Bândua, e nas regiões de Estaquinha Sede, Chibumo e Begaja, no posto administrativo de Estaquinha, um total de 1.528 hectares de culturas alimentares foram afectadas, além de 10 casas de construção precária devastadas, na Localidade de Inharongue, cinco habitações, também de construção precária, na zona de Mandire, ficaram parcialmente destruídas e um celeiro.

Tomé José fez saber que há igualmente 401 hectares de milho destruídos por uma lagarta invasora na localidade de Inharongue, a qual está a ser combatida com insecticida. Sobre a cultura de arroz, o nosso entrevistado indicou que, neste momento, os camponeses da zona alta, que também foi fustigada pelas chuvas, mas sem grandes perdas, já estão a semear novamente. O governo do distrito do Búzi diz que precisa de sete toneladas de semente de milho e 46 toneladas de semente de Arroz a sementeira na presente campanha agrícola.