Participantes ao seminário de reflexão sobre o turismo doméstico em Manica apontaram a falta de balcão de informação turística e elevado valor de passagens aéreas, como os grandes constrangimentos para o desenvolvimento da actividade.

Constitui igualmente constrangimentos, a falta de transporte turístico, preços caros de hospedagem, a degradação de vias de acesso e a falta de energia eléctrica, água e telecomunicações nas zonas rurais.

Na visão dos participantes, o turismo permite conhecer as maravilhas que a província oferece, reforça o espírito da amizade e solidariedade, incentiva o intercâmbio cultural, espírito de poupança e promove a unidade nacional.

Para o efeito, os participantes consideram como desafios para o desenvolvimento do turismo doméstico, a realização de eventos culturais e desportivos, promover a construção de estabelecimentos de alojamento nos distritos.

O director provincial do turismo em Manica, Fredson Bacar, disse ser importante o melhoramento das vias de acesso, a criação de condições de energia, água e comunicação nos locais turísticos.