Perto de 400 postos de emprego foram abertos na zona Económica Especial de Nacala, em Nampula, como resultado da instalação de 23 novos estabelecimentos turísticos durante o primeiro semestre do presente ano.

Estes dados foram tornados públicos recentemente pelo director provincial do turismo, Agostinho Zacarias, quando falava por ocasião do lançamento da semana do turismo naquele ponto do país.

As novas unidades turísticas ora em funcionamento, totalizam 254 quartos com 292 camas, uma oferta que a fonte considerou de um grande avanço, tendo em conta que neste momento, a província precisa de investir mais nesta área, tendo em conta o surgimento de grandes projectos de desenvolvimento em vários áreas, cujo pessoal tem sido alojado nos hotéis e outros lugares de hospedagem existentes em Nampula.

O director provincial do turismo em Nampula disse que foi tendo em consideração essa perspectiva, que foram igualmente, aprovados durante o período em referência, com um custo de 267 milhões de meticais, outros 12 novos projectos de desenvolvimento turístico que se espera venham a ser executados com êxito, tal como aconteceu com os ora concluídos.

A fonte apontou que em igual período do ano passado haviam sido aprovados na região sete outros importantes projectos, com um investimento na ordem de 27 milhões de meticais. Actualmente, outros 39 novos estabelecimentos turísticos estão em construção em vários pontos da província. As obras estão a oferecer empregos sazonais a mais de 700 pessoas.

“O que devo dizer neste momento, é que a nossa província tem uma rede hoteleira de 490 estabelecimentos, dos quais 11 são agências de viagens, 282 de restauração e 197 de alojamento. Temos uma capacidade instalada de um total de 2218 quartos que correspondem a 3510 camas. São números que nos satisfazem, tanto é que continuamos a trabalhar para alargarmos mais a nossa capacidade ”, anotou Agostinho Zacarias.

Num outro desenvolvimento, o director provincial do turismo de Nampula referiu o facto de com esta capacidade, a região estar em condições de receber muitos turistas, aumentando assim a arrecadação de receitas para os cofres do Estado.

Refira-se que durante o período em análise, um total de 4385 turistas nacionais e estrangeiros escalaram a província de Nampula, tendo em resultado disso o sector do turismo arrecadado para os cofres do Estado pouco mais de 175 milhões de meticais.

Todavia, o sector do turismo diz que vai continuar a trabalhar em parceria com entidades privadas, no sentido de se criar um ambiente favorável ao desenvolvimento das actividades turísticas e para que mais empreendimentos surjam na província de Nampula.

Por conseguinte, o sector tem vindo a privilegiar outros aspectos importantes no desenvolvimento turístico, como é caso da melhoria da qualidade dos serviços prestados, capacitando os operadores da área. É assim que um total de 46 operadores turísticos acaba de ser capacitado sobre a matéria na cidade de Nacala, estando a decorrer idêntico trabalho na vila municipal de Ribáuè, contando com 50 participantes.

Durante a semana do turismo que vai até 27 de Setembro, Dia Mundial do Turismo, serão realizadas em Nampula, várias actividades alusivas à data, com destaque para a promoção de uma exposição sobre água, realização de um seminário regional-norte sobre a contribuição do turismo doméstico para o desenvolvimento local, feira de artesanato, cultura e gastronomia.