Implementada pela organização não-governamental Save the Children em dez escolas primárias dos distritos de Bilene e Xai-Xai, na província de Gaza, entre 2009 e 2010, a estratégia consiste, fundamentalmente, na congregação de componentes práticas de cada aula para facilitar a apreensão dos conteúdos pelas crianças.

Desta forma, por exemplo, se a aula estiver ligada a árvores, o professor pode levar a turma ao pátio e indicar directamente o que é tronco, ramos, folhas, entre outras partes, enquanto as crianças desfrutam da sombra e da frescura que, certamente, existe na área, de acordo com Nacima Figia, gestora do programa de educação naquela instituição.

O método envolve ainda no processo de ensino e aprendizagem a comunidade na qual a escola e os alunos se inserem, mobilizando-a na criação de mini-bibliotecas com recursos locais e feiras de leitura.

A fonte garante que a metodologia interactiva, denominada Impulso de Aprendizagem da Leitura e Escrita, deu resultados muito acima do esperado, tanto que actualmente está também a ser implementada nas províncias de Manica e Nampula, devendo brevemente avançar-se para Tete.

Em Gaza, foram abrangidos 78 professores, técnicos pedagógicos e perto de 4300 crianças, segundo ainda a fonte que temos vindo a citar.

Dado o sucesso alcançado, a nova forma de ensino e aprendizagem será também experimentada na cidade de Maputo, inicialmente em cinco estabelecimentos primários, nomeadamente 3 de Fevereiro, A Luta Continua, 16 de Junho, Maxaquene e Especial Número dois.

Nesse sentido, realiza-se hoje e amanhã um treinamento dos professores e gestores pedagógicos daquelas cinco escolas sobre as experiências daquela metodologia. Os trabalhos, que contemplarão perto de 80 participantes, terão a facilitação de dois professores provenientes de Gaza e que foram formados aquando do ensaio do formato de ensino nos distritos de Bilene e Xai-Xai.

Munir os professores de estratégias de desenvolvimento de habilidades de leitura e escrita em classes iniciais, bem como partilhar experiências de práticas educativas para a aprendizagem das crianças, tais como ambiente escolar, envolvimento dos pais e produção de material didáctico constituem objectivos do encontro, segundo a Save Children.

Noticias