De acordo com Gerson Daniel gerente da empresa de comercialização de produtos e insumos agrícolas de Nampula, IKURU, que vai intermediar a operação de compra e exportação do gergelim e amêndoa de castanha de caju para aqueles países, os produtores daquelas culturas se sentem galvanizados, porquanto, trata-se de uma oportunidade para diversificação de mercados.

O informador salientou que a adopção de novos métodos pelos produtores de alguns distritos de Nampula no que concerne à produção de culturas alimentares, nomeadamente amendoim, gergelim, soja e feijões isentando a aplicação de adubos artificiais, concorre para a elevação da qualidade dos produtos segundo a preferência dos mercados europeus visando a colocação de matérias-primas para as suas indústrias alimentares.

A fonte ilustrou que o amendoim produzido com base em fertilizantes naturais tem 40 por cento de proteínas e 53 por cento de concentrado de óleo, tornando-se pelo seu elevado padrão de qualidade muito viável para abastecer a indústria alimentar.

Nampula incrementa exportação de produtos para Europa

Gerson Daniel explicou que as ultimas campanhas agrícolas nalguns países do continente europeu não foram bem sucedidas pois, a seca prolongada aliada a queda abundante de neve na Europa oriental que abastece a parte ocidental concorreu para a queda dos volumes globais de produção influenciando negativamente a disponibilidade de cereais.

A Ikuru preparou um plano que visa a comercialização de cerca de 900 toneladas de produtos como o milho, soja, gergelim, amendoim, e feijões da variedade holoco, bóer e nhemba para colocação no mercado europeu e asiático, sempre contando com a forte eventualidade de surgimento de pedidos de fornecimento para satisfação das necessidades locais.

No intuito de estimular os produtores da província de Nampula, a Ikuru através de parceiros que desenvolvem programas na área da agricultura, vai disponibilizar um total de 25 multicultivadoras equipadas de discos para gradar os solos, semeadoras e motobombas que serão alocados aos pequenos e médios produtores que vierem a manifestar aptidões para produzir durante a época seca próxima das zonas com potencial hídrico para conservação de água para irrigação.

Preferencialmente aqueles equipamentos para a agricultura serão colocados a disposição de produtores baseados nos distritos de Angoche, Moma, Mogovolas, Mossuril, Nacala-a-Velha segundo concluiu o nosso entrevistado.