Sociedade Mais de 12 mil eleitores recenseados em Quissanga

Mais de 12 mil eleitores recenseados em Quissanga

Receba vagas no seu WhatsApp

Siga o nosso canal do WhatsApp para receber vagas no status do WhatsApp.

Clique aqui para seguir

O Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) concluiu o recenseamento de 12.036 eleitores no distrito de Quissanga, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique. Este número representa 41,60% da meta estabelecida de 28.930 eleitores.

O recenseamento eleitoral tem como objetivo capacitar os eleitores para participarem nas próximas eleições presidenciais, legislativas e provinciais, agendadas para 9 de outubro em todo o país, incluindo a diáspora.

Apesar do encerramento dos postos de recenseamento em Quissanga, previsto para quarta-feira (15), o governo expressou confiança de que o número de eleitores registados continuará a aumentar.

O porta-voz do governo, Filimão Suaze, afirmou em conferência de imprensa que o governo só ficará satisfeito quando Quissanga atingir 100% de eleitores inscritos.

O recenseamento eleitoral em Cabo Delgado, uma região frequentemente afetada por ataques terroristas, pode aumentar com os números finais registados em Quissanga.

Devido à insegurança em Quissanga, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) prorrogou o prazo do recenseamento até 15 de maio, disponibilizando brigadas móveis para facilitar o processo.

O governo está confiante de que o número de eleitores aumentará nas últimas 24 horas antes do encerramento dos postos de recenseamento. Por isso, apela a uma maior participação dos potenciais eleitores para alcançar os 100%.

O recenseamento eleitoral, que decorreu de 15 de março a 28 de abril, alcançou um total de 16.390.471 eleitores em todo o país, ultrapassando a previsão inicial de 16.217.816 eleitores.

Para as eleições de 9 de outubro, a CNE registou um total de 43 partidos políticos para o escrutínio.

Ganhe 1000MT hoje no Aviator. Comece com 10MT.