Destaque Gaza: ONU preocupada com restrições ao acesso de ajuda humanitária

Gaza: ONU preocupada com restrições ao acesso de ajuda humanitária

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

As agências de ajuda humanitária das Nações Unidas que operam na Faixa de Gaza manifestaram frustração devido às contínuas restrições de acesso à ajuda impostas pelas forças militares israelitas.

Com os bloqueios de assistência em curso, a questão da segurança alimentar será discutida numa sessão do Conselho de Segurança agendada. Representantes da ONU para Assuntos Humanitários e agências como o Programa Mundial de Alimentos (PMA) devem apresentar atualizações durante a reunião.

Acesso à Ajuda Humanitária Durante o fim de semana, ambulâncias que transportavam pacientes de um hospital atingido foram detidas por várias horas, enquanto os profissionais de saúde foram revistados e detidos.

Segundo a equipe humanitária da ONU na Palestina, este não é um incidente isolado. Comboios de ajuda são frequentemente alvo de ataques e o acesso às pessoas necessitadas é sistematicamente negado. Trabalhadores humanitários conseguiram evacuar 24 pacientes do Hospital Al Amal, em Khan Younis, no sul do enclave.

O porta-voz do Escritório da ONU de Assistência Humanitária (Ocha), Jens Laerke, afirmou que quase todos os pacientes no Al Amal precisam de intervenção cirúrgica que não pode ser realizada no local. Laerke também informou que 31 pacientes não críticos não puderam ser evacuados.

Falando em Genebra, Laerke confirmou que a missão de evacuação foi comunicada às autoridades israelitas, as quais tinham reconhecido a notificação.