Sociedade Caso Lixeira de Hulene: Governo procura recursos para pagamento de subsídios em...

Caso Lixeira de Hulene: Governo procura recursos para pagamento de subsídios em atraso

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

O Governo está empenhado em angariar fundos, em colaboração com parceiros, para efetuar o pagamento dos subsídios em atraso às mais de 100 famílias afetadas pelo deslizamento de terra na lixeira de Hulene, na cidade de Maputo.

Estas famílias ainda não foram incluídas no processo de realojamento em habitações construídas em áreas de reassentamento, com o intuito de as retirar da área da referida lixeira.

A Ministra da Terra e Ambiente, Ivete Maibasse, afirmou que estão a ser desenvolvidas iniciativas para liquidar os subsídios relativos ao último trimestre do ano passado e do primeiro trimestre deste ano.

As declarações foram feitas pela Ministra da Terra e Ambiente, Ivete Maibasse, esta quarta-feira, na cidade de Maputo, durante o lançamento da Plataforma Eletrónica de Gestão de Conflitos de Terra.

Durante o evento, o Presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Rasaque Manhique, destacou o compromisso da autarquia em continuar a colaborar com o Ministério da Terra e Ambiente para garantir os recursos necessários ao pagamento dos subsídios às famílias afetadas pelo deslizamento na lixeira de Hulene.

Recentemente, o Presidente do Conselho Municipal de Maputo mencionou que a autarquia está a explorar opções flexíveis, em conjunto com parceiros, para encerrar de forma definitiva a lixeira de Hulene.

Estas declarações foram feitas por Rasaque Manhique no final de uma visita à referida infraestrutura de deposição de resíduos sólidos.