Sociedade PRM esclarece que cidadãos detidos em Balama não são terroristas

PRM esclarece que cidadãos detidos em Balama não são terroristas

Os 39 cidadãos retidos na quinta-feira em Balama, província de Cabo Delgado, são trabalhadores de uma empresa madereira, com licença válida para exploração daquele recurso florestal naquela parcela do país.

De acordo com o Notícias, o esclarecimento foi apresentado ontem pelo porta-voz da Polícia da República de Moçambique, O esclarecimento foi apresentado ontem pelo porta-voz da Polícia da República de Moçambique, Orlando Mudumane, em resposta à imprensa durante uma conferência na qual negou a autorizou da realização de uma alegada manifestação a escala nacional, anunciada através dos canais digitais.

“Temos a esclarecer que são 39 indivíduos que foram retidos ontem em Balama. Feitas as investigações, a polícia apurou que todos são trabalhadores de uma empresa de exploração de madeira. Os mesmos deslocavam-se para abertura de um estaleiro e não são um grupo de terroristas. Os trabalhadores retomaram a sua viagem no camião”, explicou Mudumane., em resposta à imprensa durante uma conferência na qual negou a autorizou da realização de uma alegada manifestação a escala nacional, anunciada através dos canais digitais.

“Temos a esclarecer que são 39 indivíduos que foram retidos ontem em Balama. Feitas as investigações, a polícia apurou que todos são trabalhadores de uma empresa de exploração de madeira. Os mesmos deslocavam-se para abertura de um estaleiro e não são um grupo de terroristas. Os trabalhadores retomaram a sua viagem no camião”, explicou Mudumane.