Início Sociedade Energia pública foi restabelecida parcialmente na Vila portuária de Mocímboa da Praia

Energia pública foi restabelecida parcialmente na Vila portuária de Mocímboa da Praia

A empresa Eletricidade de Moçambique (EDM) anunciou o restabelecimento parcial da energia a Mocímboa da Praia, vila portuária de Cabo Delgado reconquistada a grupos rebeldes em agosto.

Após um apagão que durou cerca de um ano, a eletricidade da rede nacional volta a abastecer a base das Forças de Defesa e Segurança, decorrendo intervenções nas infraestruturas da vila para que o resto da rede de baixa tensão seja ligada.

A EDM reconstruiu 45 quilómetros de linha elétrica desde a subestação de Awasse até à vila e mantém o plano de recuperação anunciado no início de setembro durante a visita ao local pelo ministro dos Recursos Minerais e Energia, Max Tonela.

Mocímboa da Praia esteve ocupada por insurgentes durante um ano, até ao início de agosto, até ser reconquistada por forças moçambicanas e do Ruanda – que juntamente com tropas da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) estão a virar a maré do conflito a favor das forças estatais.

O Governo estima que os distritos afetados pela violência armada necessitem de 11 milhões de dólares de investimento para reposição de emergência da rede elétrica. Além daquele valor, só a subestação de Awasse – a partir de onde é distribuída toda a energia da rede – requer reparações da ordem dos 10 milhões de dólares.

A reposição da rede móvel de telecomunicações depende da distribuição de eletricidade pelos distritos afetados pela insurgência armada.

O Governo moçambicano aprovou na passada terça-feira em sessão do Conselho de Ministros o plano de reconstrução de Cabo Delgado para o período de 2021-24, cujos detalhes foram remetidos para cerimónias a realizar em breve.

FONTEFolha de Maputo
Artigo anteriorOMS admitiu mais dois medicamentos à lista de fármacos para tratamento da Covid-19
Próximo artigoMISAU anunciou mais 1 óbito e 90 infectados por covid-19