Israel atacou postos militares do movimento islâmico Hamas na manhã de segunda-feira (18), em resposta ao lançamento de dois foguetes em direcção à costa israelita, perto da cidade de Ashdod.

Os foguetes lançados fizeram soar os alarmes em Israel, caíram no mar e não causaram danos humanos, segundo os media locais.

Em resposta, os caças do exército de Israel bombardearam vários alvos do Hamas no enclave, “incluindo postos de escavação de túneis”, disse um porta-voz militar israelita num comunicado, citado pelo Notícias ao Minuto.

Os ataques causaram graves danos a duas instalações militares da organização islâmica ao sul da Faixa de Gaza, mas não foram registados feridos, segundo fontes da segurança local.

Israel frequentemente responde a este tipo de actos com ataques de retaliação contra o Hamas, que controla o enclave, e a quem responsabiliza por quaisquer incidentes originados na região.

Gaza está sob bloqueio israelita desde 2007 e em várias ocasiões este tipo de acções levou a escaladas militares maiores.

Na semana passada, o exército israelita também atacou instalações militares do Hamas perto da cerca de separação entre as duas regiões, em resposta a dois disparos de arma de fogo que partiram da Faixa de Gaza contra escavadoras militares israelitas.