Em declarações à imprensa, Niki Kerameus esclareceu que a referida decisão faz parte de um conjunto de medidas aprovadas pelo Governo para tentar conter a expansão do coronavírus SARS-CoV-2.

Indicou ainda que os centros de ensino públicos e privados devem implementar regras rígidas para garantir a segurança dos alunos e o uso de máscaras faciais será obrigatório, bem como o respeito pela distância necessária entre as pessoas para evitar o contágio.

Segundo o porta-voz do governo, Stelios Petsa, a previsão era de que, após cinco meses de fechamento, as escolas reabrissem suas portas no dia 7, mas a situação epidemiológica do país tornou necessário o adiamento do curso.

Neste dia, a Grécia relatou 202 novos pacientes e cinco mortes devido ao Covid-19, o que eleva o número total de casos detectados para 10.524 e o número de mortes para 271.