O candidato da Frelimo a Presidência da República, Filipe Nyusi, admitiu, a possibilidade de negociar com os autores dos ataques que ocorrem em alguns distritos da província de Cabo Delgado, desde que “mostrem a cara”.

“Se eles mostrarem a cara, iremos ter com eles”, disse Nyusi no “showmício” que orientou na autarquia de Chiúre, no âmbito da campanha eleitoral em curso, rumo às eleições presidenciais, legislativas e das assembleias provinciais de 15 de Outubro próximo.

Nyusi começou por perguntar às centenas de pessoas que acorreram ao “showmício” eleitoralista se conheciam as pessoas que estão a matar cidadãos e a destruir bens, obtendo um “não”.

“Eles fecham a cara. Estão mascarados”, disse ele, citado pela AIM, sublinhando que “vocês sabem que nós vamos até lá, onde as pessoas que nos matam vivem para falarmos com eles”.

Os ataques armados no norte de Cabo Delgado, que até aqui ainda não foram reivindicados, iniciaram em Outubro de 2017 e já resultaram em mais de uma centena de mortos e várias casas incendiadas.

Folha de Maputo