Menores, de cinco e seis anos de idade, foram encontrados na piscina do condomínio. Estiveram submersos duas horas até serem encontrados por um familiar.

Uma mulher norte-americana foi acusada criminalmente pela morte dos seus dois filhos menores, por afogamento, depois de terem estado a brincar numa piscina sem supervisão.

Os meninos, de cinco e seis anos de idade, foram encontrados por um familiar já submersos, na piscina comunitária do condomínio de North Lauderdale, no estado da Flórida, em maio passado, de acordo com as autoridades locais.

As imagens de videovigilância do local mostraram que os dois menores estiveram na piscina sozinhos durante cerca de duas horas. A investigação concluiu que estes terão saltado a vedação para aceder ao local e que terão estado submersos cerca de duas horas até serem encontrados.

A mãe, Wildline Liline Joseph, de 23 anos de idade, foi presa no passado sábado e acusada de dois crimes de homicídio involuntário agravado.

“Os detectives concluíram que Joseph não foi capaz de cuidar e supervisionar os irmãos adequadamente, o que a responsabiliza pelas mortes”, indicaram as autoridades, em comunicado citado pelo New York Post.

Os outros dois filhos da mulher, uma criança de um ano e um bebé de meses, foram logo retirados de casa em maio, no âmbito da investigação à morte dos irmãos mais velhos.

Notícias ao Minuto