Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, diz que país está a ser alvo de chantagem económica e política por parte de organizações estrangeiras. Populares pedem a Governo que se foque no combate à corrupção.

O Presidente Filipe Nyusi disse, durante a visita de trabalho de dois dias à província da Zambézia, que há muitas organizações internacionais em Moçambique que, ao invés de apoiarem a população, fazem política, apoiando inclusive partidos políticos.

“Deixem a política para os moçambicanos”, afirmou Nyusi na segunda-feira (15), durante um comício popular no distrito de Gilé. “Não venham com a capa de uma ONG para vir fazer política.”

Para Nyusi, algumas organizações não-governamentais estrangeiras fazem demasiadas imposições ao Estado moçambicano, e isso acaba por dificultar o desenvolvimento económico e social da própria população.

“Nós ficamos sem liberdade de tomar decisões”, disse o Presidente. Segundo o Nyusi, as organizações não podem impor uma forma de pensamento por abrirem um “furo de água”, por exemplo: “Acabam por nos retirar a liberdade de pensarmos normalmente por causa de seremos pobres. Sim, somos pobres, mas não devemos ser manipulados.”

DW