Mais de mil representantes dos sectores económicos africano e norte-americano e vários chefes de Estado reúnem-se a partir de hoje na capital moçambicana. Só o Presidente dos Estados Unidos não vai à cimeira.

É considerado um evento  de extrema importância para as relações comerciais entre norte-americanos e africanos. A Cimeira Estados Unidos-África, que decorre até sexta-feira (21.06), em Maputo, terá entre os oradores nomes como Paul Kagame, Presidente do Ruanda, e Uhuru Kenyatta,  Presidente do Quénia.

Os chefes de Estado da Guiné-Bissau, do Zimbabué, da Namíbia e do Malawi também já confirmaram a presença no evento, organizado de dois em dois anos pelo Conselho Corporativo para África (CCA), uma associação comercial norte-americana.

DW