O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, recebeu alta na quarta-feira do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde permaneceu internado durante 17 dias devido a uma cirurgia para retirar uma bolsa de colostomia.

Bolsonaro saiu do hospital por volta das 12h00 (14h00 em Lisboa) e seguiu para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para viajar, num avião da Força Aérea Brasileira (FAB), para Brasília, capital do país.

Após a saída do chefe de Estado brasileiro do hospital, o porta-voz do Governo brasileiro, Otávio do Rêgo Barros, convocou a imprensa para actualizar o estado de saúde do Presidente e para ler o boletim final emitido pelo Hospital Albert Einstein. “O Presidente acordou disposto, animado e, naturalmente, ansioso para voltar à Brasília e a sua casa. Ele está seguindo para o aeroporto neste momento acompanhado da esposa e de integrantes de sua equipe técnica”, disse.

“Ao desembarcar em Brasília, o Presidente irá para o Palácio da Alvorada, sua residência oficial. Até o momento não há previsão de compromissos em sua agenda nesta tarde”, acrescentou.

O porta-voz frisou que Bolsonaro não teve nenhuma infecção durante o internamento e que a pneumonia que o impediu de sair do hospital no prazo previsto decorreu da provável inspiração de suco gástrico.

CM