Homens armados mataram na quarta-feira à noite uma pessoa e destruíram seis casas na aldeia de Inguane, distrito de Macomia, província de Cabo Delgado, disseram hoje à Lusa fontes locais.

As fontes contaram que a vítima mortal é um homem e que os atacantes estavam munidos de catanas e uma arma de fogo do tipo AK-47.

Os residentes terão conseguido avistar pelo menos sete elementos do grupo que atacou a aldeia, que se localiza no Posto Administrativo de Mucojo, na província de Cabo Delgado, a mais de dois mil quilómetros de Maputo.

O ataque de quarta-feira foi o primeiro à aldeia de Inguane, mas outros pontos do distrito de Macomia já foram alvos de ataques por parte de grupos armados que têm protagonizado ações de violência em distritos de Cabo Delgado, desde Outubro do ano passado. Dezenas de pessoas morreram na sequência dos ataques, que provocaram o deslocamento de populações das suas aldeias. Mais de 100 pessoas estão a ser julgadas em Cabo Delgado na sequência dos ataques, que atingem áreas próximas dos campos de gás que vão conhecer avultados investimentos de multinacionais petrolíferas nos próximos anos.

No dia 19 deste mês, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse no parlamento que as Forças de Defesa e Segurança estão a fragilizar a “acção dos malfeitores” que atuam em Cabo Delgado.

Observador