Parteiras do Centro de Saúde de Ancuabe, na província de Cabo Delgado, utilizam a luz de telemóveis para atender as mulheres durante o serviço de partos nocturnos, supostamente devido a falta de fundos do Orçamento do Estado para a compra de energia eléctrica.

A falta de energia no Centro de Saúde Ancuabe é um problema antigo, mas nos últimos tempos a situação tem sido frequente e está a deixar todos preocupados.

Para Risso Fernando, habitante de Ancuabe não é correcto que os técnicos de saúde tenham de usar a luz do telemóvel, por não ser apropriada, porque “pode acabar a carga dos próprios telefones” e prejudicar o trabalho.

O problema foi confirmado pela administradora do distrito, Lúcia Namashulua que disse que o Centro de saúde de Ancuabe tem ficado às escuras devido ao atraso no desembolso de fundos do Orçamento do Estado, no entanto, para minimizar o sofrimento da população, o governo do distrital, tem recorrido aos parceiros.
Entretanto, além do hospital, segundo administradora do distrito, muitas instituições do governo local, tem ficado frequentemente às escuras.

O País