Arrancou na manhã desta sexta-feira (19) a formação dos candidatos a Membros de Mesas das Assembleias de voto (MMVˈs), a nível da cidade de Maputo.

No total são sete mil seiscentos e noventa e cinco (7.695) candidatos que serão formados em duas fases, ambas com a duração de 10 dias.

Na primeira fase, que termina no dia 28 do corrente mês, serão formados cerca de três mil seiscentos e noventa e três (3.693) MMVˈs, com maior enfoque aos candidatos provenientes dos três partidos políticos com assento parlamentar.

Intervindo no acto da abertura, o Presidente da Comissão Provincial de Eleições (CPE), a nível da cidade de Maputo, Victor Miguel, disse que com esta formação estão criadas todas as condições para que as eleições de 15 de Outubro próximo aconteçam de forma responsável e credível.

“Os MMVˈs vão desempenhar um papel fundamental neste processo das eleições, porque são eles que vão dirigir a votação e essas pessoas não podem estar com lacunas, por isso de todos os grupos que já foram formados, estes são muito importantes”, frisou Miguel.

A segunda fase, com início marcado para o dia 30 deste mês, será apenas composta pelos candidatos apurados através de concurso público.

Na ocasião, o presidente da CPE instou aos candidatos indicados pelos partidos políticos a estarem comprometidos com o processo sem olhar à sua cor partidária.

“Apelar aos candidatos provenientes dos partidos políticos a respeitarem os horários e entenderem que a partir do momento que inicia a formação não estão a representar sua filiação partidária, mas os membros das Assembleias De Voto para que este processo possa correr da melhor forma possível”, aponta o dirigente.

Após a formação, só seis mil novecentos e cinquenta e oito (6.950) candidatos serão contratados, sendo que os restantes ficarão como suplentes.

 Victor Miguel deu a conhecer que a cidade de Maputo contará com 994 Assembleias de Votos para receber mais de sete mil eleitores inscritos a nível da capital moçambicana.