Casa Branca nega fraude eleitoral invocada por Donald Trump

Casa Branca nega fraude eleitoral invocada por Donald Trump

COMPARTILHE

Presidente eleito defendeu ter havido fraude eleitoral maciça nas presidenciais do passado dia 8 de Novembro.

A Casa Branca negou categoricamente as afirmações do Presidente eleito, Donald Trump, sobre a existência de fraudes eleitorais maciças no escrutínio de 8 de Novembro.

Não foi apresentada qualquer prova que sustente tais afirmações“, disse Josh Earnest, porta-voz da Presidência dos Estados Unidos.

Entretanto, a Câmara Estadual do Michigan anunciou esta segunda-feira que Trump conquistou os 16 votos eleitorais daquele estado, certificando a sua vitória por 10.704 votos, quase três semanas após as eleições presidenciais.

A margem de 0,2 pontos percentuais que deu a vitória ao candidato republicano, num universo de quase 4,8 milhões de votos, fez desta corrida presidencial a mais renhida no Michigan em mais de 75 anos.

A vitória de Trump no Michigan dá ao Partido Republicano 306 votos eleitorais, ficando-se a candidata democrata, Hillary Clinton, pelos 232.

O magnata do imobiliário nova-iorquino é o primeiro candidato presidencial republicano a ganhar no Michigan desde 1988.

A candidata do Partido ecologista, Jill Stein, deverá exigir uma recontagem e tem até quarta-feira para o fazer, e Trump terá sete dias para apresentar objecções ao pedido dela.

DN

COMENTE PELO FACEBOOK

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA